Bem-vindos ao seu fã-site oficial da modelo Gigi Hadid no Brasil
Instagram Twitter Youtube

Gigi Hadid está estampando a edição dupla de Maio/Junho da Vogue Paris, sua irmã mais nova Bella Hadid está estampando a segunda capa, que está cheia de cores e pontos de vista do verão americano que está chegando! Hadid posou para lentes da fotografada Inez & Vinoodh usando um vestido dourado cheio de franjas da grife Dolce Gabbana, com uma maquiagem colorida de extravagante com seus olhos adornados por uma sombra roxa e sua bochecha bem marcada pelo blush laranja escuro.

Em outra foto, de rosto, a modelo está com uma sombra verde água e com adesivos colados de estrelas prata com o mesmo blush e batom rosinha. Hadid também estava usando várias jóias grandes, douradas e coloridas. Além de um photoshoot incrível Gigi concedeu uma entrevista que foi feita em Outubro do ano passado por telefone enquanto ela estava descansando do Fashion Week que tinha passado na fazenda da família. Ela falou sobre sua relação com seu trabalho, o ritmo agitado da Semana de Moda e se ela pretende continuar por mais tempo na carreira da modelagem. Confira a entrevista completa e traduzida abaixo: 

Gigi, 24, é a loira e a mais velha, dezoito meses a separam de Bella. Ela nasceu Jelena Noura, mas a curta e animada “Gigi” combina com ela. Porque ela tem um temperamento. Tivemos uma prova notável disso em outubro passado, quando ela expulsou a humorista Marie S’Infiltre do desfile de moda da Chanel: como patrona, o que ela é de fato entre os modelos atuais, consultora de campanhas publicitárias, capas de revistas, desfiles, seguidores (52 milhões). Isso também pode ser visto em suas palavras: Gigi se conhece bem, sabe o que quer e antecipa. Amigável, mas firme. Isso foi confirmado por uma entrevista por telefone, da fazenda da família perto de Nova York, onde ela recebe suprimentos regulares.

Você passou ao Fashion Week de Nova York, Milão, Paris, sem mencionar seus outros compromissos. Como você gerencia esse ritmo?

“Eu tenho uma equipe ao meu redor que é muito cuidadosa para manter meu ritmo equilibrado. O que quer seja capaz de recarregar as baterias, e faço isso vendo minha família, meus amigos, cozinhando. Adoro cozinhar desde muito pequena, em minha família alguns se destacam por lá, em especial ao lado de meu pai. Gosto de assistir, provar, experimentar coisas, me acalma, me concentra. Tenho alguns pratos que preparo regularmente, mas venho fazendo e fazendo a mesma coisa novamente, não acho muito estimulante. O que eu particularmente gosto é de cozinhar para amigos que pousam no local. Pergunto o que eles gostam de comer e improviso. É importante”.

Primeira campanha publicitária aos 2 anos de idade, carreira iniciada aos 17 anos e agora uma posição de liderança em seu campo. Que relação você tem com o seu trabalho? Você ainda é tão apaixonada por isso?

“Sim! Deve-se dizer que meu relacionamento com essa profissão evoluiu muito nesse meio tempo. Estes são todos os capítulos vinculados, e eu aprendi a cada passo. O que percebi ao longo do tempo é que é a parte criativa dessa indústria que me interessa e determina como posso contribuir e influenciá-la. Nos últimos tempos, por exemplo, comecei a fotografar nos bastidores regularmente, com uma câmera descartável, é uma maneira de me expressar. Para mim, essa é a chave para se manter apaixonado: dar-se tempo para crescer e ter a oportunidade de evoluir”.

Você sempre quis ser modelo?

“Quando criança, não estava acostumada a usar roupas de grife, não as tinha e aquelas que minha mãe possuía, compradas há décadas, estavam em seu armário. Então, eu não sabia muito sobre moda em si. Por outro lado, desde muito cedo gostei de fotografia de moda, a maneira pela qual certos modelos criam a imagem, e sempre observei isso de perto. Isso é algo que as pessoas tendem a subestimar: não se trata apenas de ficar na frente de uma câmera, mas de entender o fotógrafo, a encenação, as roupas e como tudo funciona juntos e, em seguida, poder participar sabiamente. Além disso, na verdade, as roupas não importam para o manequim. É algo que minha mãe sempre me disse: “Seu trabalho não é rapidamente a intenção do criador, a inspiração de uma coleção, ser capaz de olhar para uma peça e entendê-la como um objeto de criação. Então você saberá por que é necessário fotografá-lo com esse ou aquele ângulo, em movimento ou não, etc.” E se você gosta de roupas ou não. Você deve entender esse processo de criação, que sempre me fascinou”.

Você já pensa em continuar (na carreira de modelo)?

“Sim, porque se alguns modelos querem ficar o maior tempo possível, acho que posso viver ainda mais capítulos. Ainda dentro deste setor, mas de outra forma. Ainda não sei de que lado será: criação de roupas, fotografia, direção artística, estou aberta a muitas opções. Até então, continuo aprendendo com os diferentes mentores que posso conhecer. Tenho certeza de que o que tem que acontecer acontecerá, então só estou tentando estar pronta para aproveitar o maior número possível de possibilidades”.

Por que parou de estudar psicologia criminal em algum momento?

“Desde a infância, o crime e seu funcionamento me interessaram. Eu me vi sendo médica legista e entendi que era a psicologia dos criminosos que me atraía. Daí esses estudos que comecei em Nova York, sabendo que minha mãe sempre me dizia para não colocar todos os meus ovos na mesma cesta e, portanto, proteger minhas costas caso não funcionasse. Quando minha carreira decolou rapidamente, desisti, mas continuo interessada, assisto documentários sobre casos criminais, leio livros sobre o assunto. De qualquer forma, a psicologia humana em geral me fascina e ter as chaves, saber decodificar as pessoas, é útil em tudo o que você faz. Como modelo, por exemplo, você precisa se adaptar a uma nova situação todos os dias, há quinze pessoas cada vez que precisa satisfazer para que, no final do dia, todos nos reunamos produzamos algo consistente”.

1939433431_gig100520BZNimage102_eb4ec0806e9a325e14b995ede93efd56.jpg50240091_gig100520BZNimage103_f9d55a80765df7d5987fce9be4caf6ff.jpgVLM_ISO39L30_SH20011_PVO_21F_IV_FOGRA_TAC_300.jpgVLM_ISO39L30_SH20011_PVO_14B_01_IV_FOGRA_TAC_300-1_28129.jpg

Tradução & adaptação: Equipe Gigi Hadid Brasil