Bem-vindos ao seu fã-site oficial da modelo Gigi Hadid no Brasil
Instagram Twitter Youtube

A colisão de humanos e humanóides, a ciência e a ficção científica e as agonias do monstro de Frankenstein estavam sendo jogadas na mente de Miuccia Prada enquanto ela trabalhava na coleção masculina de outono, uma mistura inteligente do fantástico – e do comercial. O conjunto, com seus pisos de espuma macios, a pista da placa de circuito e as lâmpadas amarelas esmaecidas, tinha uma sensação sobrenatural, um lugar de isolamento e proteção.

Vamos ouvir a premissa da Sra. Prada: “Basicamente, tinha que ser um espetáculo romântico. E principalmente eu estava interessada na compreensão da humanidade: fraqueza e os aspectos mais delicados e nus da humanidade também. O rejeitado aquele que não tem uma carreira. Foi criado contra um mundo muito difícil – é por isso que a guerra e os militares estavam no ar. Mas, para não ser chato e para a moda – porque a moda tem que ser leve de alguma forma -, pegamos emprestados os símbolos de filmes de terror sem valor. De Frankenstein à The Rocky Horror Picture Show e todos esses filmes. Frankenstein é o exemplo do monstro com um grande coração que procura amor”.

Se tudo isso parece pesado ou melodramático, não foi. O senso de humor de Prada brilhou na escuridão do local; todos os chapéus e adesivos brilhantes e sujos em blusas – alguém colocou o dedo na tomada elétrica; os pedaços de coração presos grosseiramente nos bolsos do peito de casacos escuros, e faíscas em forma de floco de neve polvilhavam camisas e vestidos azul-celeste, sendo este último um exemplo de sua coleção feminina de outono de 2019.

Prada homenageou também o famoso monstro de Mary Shelley, com saias lápis e as mãos desenhadas em cartolina sobre camisas masculinas que também estavam cobertas de raios e rosas. Uma coleção perfeitamente formada de casacos e jaquetas militares exclusivos, ternos sob medida com calças de cintura alta em preto, cinza ou verde do exército, muitas blusas felpudas e um sobretudo azul-marinho elegante. Foi lindo, seguro e vendável.

Gigi Hadid cruzou a passarela da grife italiana pela primeira vez naquela noite durante o Fashion Week masculino, usando um vestido azul claro plissado e cravejado de cristais, com seus cabelos amarrado em um rabo de cavalo baixo. A modelo carregava uma bolsa preta de couro com alça de corrente, e seu rosto estava adornado por uma maquiagem neutra e discreta.

93820210_rex_prada_10053275b.jpg93820226_rex_prada_10053275e.jpg93820292_rex_prada_10053275j.jpg93820301_rex_prada_10053275k.jpggigi00005.jpg

1~542.jpg2~545.jpg3~508.jpg6~431.jpg7~412.jpg

Gigi Hadid já não é novata no que toca a colaborações, e depois de várias estações a criar coleções em parceria com a Tommy Hilfiger, por exemplo, agora emprestará a sua criatividade para Reebok ao lançar uma linha de roupas esportivas! A modelo conferiu todo o arquivo de design da Reebok Classic para inspiração e foi instantaneamente atraída para o Freestyle Hi. Hadid explicou sobre as peças da coleção denominada ‘Future Nostalgia’: “Eu queria usar os padrões e formas de roupas clássicas da Reebok e incorporar novos cortes, novas cores e tecidos, ajustes que eu sabia que seria confortável para se exercitar e suar”. Ela também declarou: “A ideia da“ nostalgia clássica ”veio de como eu descrevi querer sentir essas roupas, e eu amo o que cada elemento da coleção representa – desde a identidade fortalecedora do estilo livre até a camiseta da declaração feroz. Cada peça parece pessoal para mim e meu estilo”.

A coleção terá duas fases de lançamento: A primeira em 7 de dezembro deste ano, que será lançada exclusivamente nas lojas autorizadas ao redor do mundo e também online – adquira um dos produtos clicando aqui -,  com diversas peças diferentes em edição limitada e entre elas estão duas peças de camisetas com duas cores disponíveis, preto com amarelo e branco com rosa e dois modelos de tênis para corrida,inspirado no estilo dos anos 90. A segunda parte da linha, que será a coleção completa com mais peças adicionadas, terá seu lançamento oficial em fevereiro de 2019 em todo mundo, incluindo nas lojas do Brasil.

fashion181204_reebok-gigihadid_2-1920x1273.jpg fashion181204_reebok-gigihadid_3-1920x1273.jpg IMG_20181207_084937.jpg c22066-gigi_fw18_capsule_image_4jpg-436170.jpg

Gigi Hadid estampa a capa da CR Fashion Book edição de Setembro usando uma blusa da UNICEF, que marca a sua terceira capa para revista, junto com sua amiga e também modelo Halima Aden, que aparece na revista pela segunda vez, as duas mais novas embaixadoras do Fundo das Nações Unidas para a Infância foram fotografadas pelo fotógrafo de arte contemporânea Pieter Hugo, com estilo de Carine, e foram concebidas para engajar a geração atual de jovens com a importante história da crise global de refugiados.

Visto em um portfólio impressionante que conta com personagens como Danielle Herrington, a ex-refugiada da Somália, Hamdia Ahmed, modelo Dipti Sharma, e outros, os diversos talentos aparecem em peças de alta costura de coleções sazonais misturadas com mercadorias oficiais dos anos 70.

“Durante muitos anos, admirei os embaixadores da UNICEF, como Audrey Hepburn, e hoje tenho muito orgulho de celebrar a missão de salvamento desta organização, especialmente em um ano tão desafiador para crianças e refugiados”, diz Carine. “Segundo a UNICEF, mais crianças estão em movimento agora do que em qualquer momento desde a Segunda Guerra Mundial. Esta estatística chocante significa que capacitar as crianças a pensar, fazer e sonhar maior é mais essencial e urgente do que nunca.”
Gigi Hadid e Hamdia Ahmed têm muito em comum. Embora suas criações tenham variado drasticamente, com a supermodelo passando seus primeiros anos em Los Angeles e a ativista e ex-participante de Miss Maine vivendo em um campo de refugiados no Quênia antes de se mudar para os Estados Unidos, ambos adoram modelagem e são verdadeiros símbolos de esperança. Hadid é uma americana de primeira geração, com a imigração de seu pai da Palestina levando a infinitas possibilidades para seus futuros filhos. Viver nos EUA também transformou completamente a vida de Ahmed, que desde a mudança teve a oportunidade de aprofundar sua educação e devolver a UNICEF, que a ajudou durante seus anos no acampamento. Hadid e Ahmed sentaram-se para discutir suas experiências diferentes, mas conectadas, o incrível trabalho da UNICEF e manter a fé, confira a entrevista completa e traduzida abaixo:
GH: Conte-me sua história e como ela moldou quem você é hoje.

HA: Eu nasci durante a Guerra da Somália em 1997. Eu tinha uma semana quando estava ficando muito ruim, então minha mãe escapou da guerra com seus cinco filhos, incluindo eu. Eu era a mais nova. Minha mãe viu pessoas abandonando seus filhos, e as pessoas lhe disseram: “Você precisa deixar essa garota. Abandoná-la, ela é um bebê, é demais para ela”. Minha mãe disse: “Não, eu estou levando todos os meus filhos comigo”. Então ela caminhou 370 milhas para um campo de refugiados no Quênia. Eu fui criada lá por sete anos até me mudar para os Estados Unidos em 2005.

GH: Uau. Meu pai era um refugiado sírio e tem uma história parecida. Ele nasceu em Nazaré, na Palestina, e na semana em que sua família foi expulsa de casa, eles se mudaram para a Síria. Eu acho que ele também tinha uma semana de idade. É uma loucura pensar sobre o que nossas famílias fizeram por nós.

HA: É tão irreal às vezes. Eu fico como, estou realmente na América agora?

GH: Quanto o acampamento de refugiados você se lembra?

HA: Eu me lembro de ir à escola e pegar uniformes, mochilas, livros e refeições da UNICEF. Eu nunca soube que a América ou qualquer outro país existia. Eu estava apenas presa no Quênia.

GH: Você viu a possibilidade de sair, ou imaginou que sempre viveria no campo de refugiados? Houve coisas que fizeram você se sentir esperançosa?

HA: Quando eu era mais jovem, eu costumava carregar o cartaz da UNICEF e dizer: “Eu vou trabalhar para eles um dia, pessoal!” Essa era a minha maneira de sonhar. Eu não sabia que estaríamos indo para a América até os seis anos. Os membros da minha família foram agredidos sexualmente no campo, por isso o UNICEF ajudou a apoiar um dos meus irmãos com o trauma. Lembro-me de minha mãe costumava perguntar: “Você quer ir para o Canadá, Austrália ou América?”, eu era criança, então para mim, era apenas um processo pelo qual tínhamos que passar.

GH: O que te ajudou a ficar forte no acampamento?

HA: A escola é o que me ajudou a ser forte. A escola me ajudou muito.

GH: Você disse que sempre quis ser modelo. Quando você se interessou pela moda pela primeira vez?

HA: Eu costumava ser intimidada pela minha cor de pele quando eu estava no ensino médio no Maine. Eu tive muitas pessoas me dizendo: “Você precisa se branquear. Você ficaria tão bonita se fosse leve”. E eu fiquei tipo,“Não”. Eu me lembro de quando eu tinha 12 anos, fui a uma loja e olhei para produtos de branqueamento porque eu me sentia tão feia. Eu costumava ter medo de estar em fotos com meus amigos.

GH: Você estava linda hoje na sua foto.

HA: Você consegue imaginar? Agora estou fotografando com Gigi, então…

GH: Então, dedo do meio para eles!

HA: Eu comecei a ser mais confiante quando tinha 14 anos, tipo “Sabe de uma coisa? Estou muito linda. Eu não me importo, estou confiante”. Eu usaria o que quisesse. Os valentões queriam que eu chorasse, mas eu não. Comecei a tirar fotos de mim mesmo e assistia Tyra Banks todos os dias. Eu costumava fazer desfilar no meu porão. Minha mãe dizia: “Hamdia, o que você está fazendo?” E eu diria: “Você não viu o jeito que Tyra desfilou? Eu preciso fazer a mesma coisa.

GH: Você deveria ter visto meu rosto quando eu conheci Halima [Aden] no set pela primeira vez. Eu estava tão animada. O lado do meu pai da nossa família é muçulmano. Quando minha avó se mudou para os Estados Unidos, ela era muito moderna e não se cobria, mas ainda era uma mulher muçulmana muito poderosa e forte que liderava toda a nossa família. Ela aceitava muito os filhos que ainda queriam se cobrir e, se não aceitassem, também os abraçava. É poderoso ver você e Halima se manterem fiéis à sua fé.

HA: Obrigada. Eu ainda não assinei com uma agência, mas…

GH: Mas nós vamos te assinar, menina querida!

HA: É melhor que eles me levem. Eu telefonava para agências de modelos quando tinha nove ou dez anos, na época em que estava sendo intimidada, então esqueci disso. Eu os mandei um e-mail novamente quando eu tinha 14 anos e as agências disseram: “Sim, boa sorte. Não esperamos nada além do melhor para você. ”Eu fiquei como“ um dia você me verá na capa de uma revista ”.

GH: Toda vez que Halima pega uma capa, eu posto. Estou tão animada para ver o que você vai fazer e vou torcer por todo o caminho.

HA: Obrigada.

GH: Então me conte sobre sua experiência com o concurso Miss Maine.

HA: Isso foi tão bom. Não há muita diversidade no Maine, então quando eles viram uma mulher muçulmana competindo, ficaram muito orgulhosos. Ao mesmo tempo, a cidade inteira, literalmente, com exceção de algumas pessoas, me dava olhares sujos. Mas eu simplesmente fui lá em cima e matei. Os juízes não me escolheram porque você não vê mulheres muçulmanas sendo escolhidas para desfiles.

GH: Você precisa de coragem para se colocar lá fora, especialmente quando você é o primeiro no que faz. Saiba que a cada vez que você ouve “não”, você está indo em direção a “sim”.

HA: Isso é tão verdade. Todo “não” está me aproximando dos meus objetivos. Eu sinto que tudo está planejado.

GH: Há sempre um pouco de destino. Eu acho que você está no caminho certo. É para isso que a UNICEF é incrível: ajudar as crianças a sair de situações difíceis, porque você nunca sabe as possibilidades que temos pela frente.

HA: Isso é realmente verdade. O UNICEF fez muito por mim e pela minha família.

GH: Também é incrível porque aqui você está contando sua história para tantas pessoas ouvirem no CR Fashion Book . Você é linda e vai ser uma voz assim não só para os refugiados em todo o mundo, mas também para as mulheres muçulmanas na indústria da moda.

HA: É um momento muito emocionante.

GH: Ainda há tantas crianças buscando um futuro melhor. Há alguma palavra de esperança que você gostaria de dizer a essas crianças?

HA: Não importa onde você esteja no mundo e qual é a sua situação, continue sonhando e saiba que seus sonhos são válidos. Situações ruins são apenas temporárias.As coisas vão melhorar. Saiba que há esperança por aí e que as pessoas estão advogando por você.


crf090118unicefpietrhugo005-1534872374.jpgDlxX1LCW0AAlMJ5.jpgDlC8UHWWsAAlsIA.jpg

Tradução & Adaptação: Gigi Hadid Brasil

Na noite de ontem, 04, aconteceu o anual CFDA Fashion Awards , que homenageia a excelência em design de moda e ele tem sido chamado de Oscar da moda”. As indicações são apresentadas pelo Fashion Guild, um grupo de mais de 1.500 membros da CFDA, editores de moda, varejistas e estilistas, e os vencedores dos prêmios são votados e anunciados em um evento anual que acontece no Brooklyn Museum, em Nova York

Como sempre Gigi Hadid marcou sua presença nesse importantíssimo evento que reuni milhares de celebridades e ícones da moda! A modelo passou pelo red carpet, como Sampaio, Martha Hunt, Kendall Jenner, Alessandra Ambrósio, Naomi Campbell e outros, completamente deslumbrante e sorridente ao usar um look exclusivo totalmente Versace e muito colorido. Para se destacar em meio a tantas cores a loira usou um salto alto vermelho combinando com seu batom também vermelho vívido e seus cabelos estavam mais uma vez soltos totalmente para trás e liso.

No red carpet ela posou sozinha e também ao lado de Donatella Versace. Já dentro do evento ela posou ao lado de vários amigos como Alessandra Ambrósio, Kendall Jenner, Kaia Gerber, Lily Aldridge e Leomie Anderson.


72266233_gigi_hadid_04062018.jpg72266235_gigi_hadid_04062018_03.jpg72266236_gigi_hadid_04062018_04.jpg72273817_tigu_picturepub_014.jpg


72266234_gigi_hadid_04062018_02.jpg72266238_gigi_hadid_04062018_06.jpg72266244_gigi_hadid_04062018_11.jpg72266245_gigi_hadid_04062018_12.jpg


Nesta primeira segunda-feira de Maio se reuniu as maiores celebridades de Hollywood, modelos e designers famosos no Metropolitan Museum of Art para o anual Met Gala ou simplesmente o Oscar da moda, que marca inauguração da exposição anual de moda do Costume Institute, onde também ocorre arrecadação de fundos para mesma. O baile anual teve com anfitriões Amal Clooney , a cantora Rihanna e a icônica Donatella Versace. Várias celebridades passaram pelo red carpet com roupas lindíssimas como, Rihanna, Gisele Bündchen, que inovou usando um vestido 100% orgânicos com tecido e forro de seda 100% orgânicos e ecologicamente tingidos, as linhas de algodão 100% orgânico e tudo certificado pela organização GOTS, Hailey Baldwin, Kendall Jenner, Bella Hadid, Ariana Grande, Blake Lively, Joan Smalls, Winnie Harlow,  Doutzen Kroes e muitos outros. 

Gigi Hadid compareceu na sua quarta edição do evento e ela estava simplesmente estonteante ao estar usando um vestido exclusivo feito pela grife Versace, que estava totalmente dentro do tema do ano que foi: Corpos Celestiais: Moda e a Imaginação Católica. Hadid foi totalmente aclamada e muito comentada durante toda a noite com seu look inspirado nos mosaicos de vidro das Igrejas Católicas. A loira além de posar no red carpet sozinha dentro do evento ela posou para fotos ao lado de muitos famosos como, Selena Gomez, Gisele Bündchen e Ariana Grande. 

Logo depois do baile como todos sabemos é quando a festa realmente começa! Rihanna promoveu uma after party que foi realizada na boate Up & Downonde e Gigi com certeza não deixou de marcar sua presença. Com um look diferente, mas ainda Versace, que consistia em um terno rosa com detalhes em relevo de rosas e com seu cabelo amarrado em um rabo de cavalo a modelo se reuniu com seus amigos e curtiu o resto da noite.


gigi0507picturepub-net-9.jpggigi0507picturepub-net-11.jpggigi0507picturepub-net-8.jpgdsera-009~19.jpg


dsera-004~16.jpgdsera-005~19.jpgdsera-0013~16.jpgdsera-0014~14.jpg


dsera-003~18.jpgdsera-001~18.jpgdsera-007~19.jpgdsera-001128129~2.jpg


3~468.jpg5~435.jpg6~401.jpg10~338.jpg

Nesta segunda-feira foi o aniversário da nossa modelo favorita, Gigi Hadid que completou seus 23 anos de vida! Para comemorar seu vigésimo terceiro aniversário dourado com estilo Hadid vestiu-se com um mini vestido totalmente na cor dourada da grife Versace, combinando tanto com o tema da festa como com sua maquiagem dos olhos que estavam cheios de brilhos de ouro e com seus cabelos loiros, que naquela noite estavam soltos e levemente ondulados.

Gigi comemorou durante toda a noite no Hotel Brooklyn Bridge ao lado de amigos e familiares como, Bella Hadid, Alana Hadid, Anwar Hadid e sua namorada Nicola Peltz, sua mãe Yolanda Hadid, Hailey Baldwin, Cara Delevingne, Leah, Olivia Perez, Joan Smalls, Martha Hunt, Lily Aldridge e muito mais.

DEIXANDO SEU APARTAMENTO EM NOVA YORK


1_28629~50.jpg1_281129~43.jpg1_281729~32.jpg1_282529~23.jpg

CHEGANDO EM SUA FESTA DE ANIVERSÁRIO EM NOVA YORK


1~479.jpg4~428.jpg12~311.jpg13~296.jpg

VOLTANDO PARA SEU APARTAMENTO EM NOVA YORK


dsera-001~6.jpgdsera-004~5.jpgdsera-009~6.jpgdsera-0010~6.jpg

Gigi também recebeu vários parabéns durante todo o dia, confira alguns abaixo:







Gigi Hadid com certeza não para! Depois de lançar linha de roupas, jóias, sapatos e óculos agora é a vez dos produtos de beleza mais especificamente as maquiagens. A modelo de apenas 22 anos anunciou sua mais nova colaboração juntamente com a Maybelline, marca que a mesma já é rosto de várias campanhas, nesse último domingo através do seu Instagram e ainda falou que essa linha demorou exato um ano para ser finalizada.

“O que foi o mais divertido foi que eu sabia o que eu queria fazer desde o começo e Maybelline me apoiava tanto na fabricação de produtos que nem sempre consegui comprar para mim”, contou Gigi para PeopleStyle um pouco como foi criar todos os produtos da linha do maneira que ela queria. “Minha maquiadora Erin Parsons [que também é Maybelline New York’s Makeup Artist] me ajudou a colocar em palavras o que eu queria”.

GIGIxMAYBELLINE contará com paletas de sombras, blushes, lápis de olho, iluminadores e 14 tonalidades de batons, a maioria nude. Várias das embalagens que serão em tons rosados terá escrito “Gigi” e outros produtos como os blushes, terão a assinatura da modelo: um G e um H. Os produtos da coleção foram sendo liberados no site da Maybelline durante a semana até o dia do lançamento oficial, 21 de outubro, e como previsto foi um completo sucesso com todas maquiagens ficando esgotadas em poucas horas.

Todos os produtos da coleção se enquadram em uma das duas categorias: East Coast Glam, inspirado na vibe das tendência de N.Y.C, e West Coast Glow, que combina com um ambiente  aconchegante e praiano com um toque de glamour de Hollywood. Para diferenciar cada categoria, Hadid acentuou seus produtos East Coast Glam com letras de prata e seus produtos West Coast Glow com letras douradas. “Eu queria fazer uma coleção [com produtos] que seria fácil de usar, fácil de colocar e [poderia criar] look que funcionavam de dia para noite apenas adicionando um batom ou lápis de boca no final do dia”, Hadid disse.

Hadid tinha opiniões para a embalagem, e ela queria que fosse feito com uma cor rosa. “Eu acho que [isso] vai com tudo e eu pensei que seria bonito”, ela disse. “É engraçado porque resultou em uma espécie de cor moderna neste ano!”.

Kim Kardashian West e Rihanna também lançaram suas próprias marcas de maquiagem em 2017 (KKW Beauty e Fenty Beauty) com embalagens semelhantes em tons nu, que Hadid tentou por si mesma e ama. “Eu sou uma grande fã de todas as coleções que surgiram este ano”, disse ela. “Todo mundo faz um trabalho tão bom de fazer produtos que fazem muito sentido para quem eles são.”

Então, o que fazia sentido ter  sua própria linha? Hadid queria produtos de “qualidade de estrela” que se encaixassem na rotina de maquiagem  mínima. “Eu viajo [tanto] para o trabalho e eu nunca quero embalar e desembalar minha bolsa de maquiagem o tempo todo”, disse ela. “Eu olho para meninas que podem acordar de manhã e fazer uma cara cheia de maquiagem e ficar maravilhosa. Mas eu simplesmente não consigo colocar toda essa maquiagem e fazê-la parecer boa”.

A estética de maquiagem natural de Hadid emergiu das palavras sábias de sua mãe Yolanda Hadid: Menos é mais. “Ela sempre saiu com um look muito simples e é daí que eu aprendi. Eu acho que você pode se divertir com ele e experimentar, mas se você fizer isso de uma maneira sutil e chique, então geralmente é melhor “, disse ela. Confira em detalhes todos os produtos da linha abaixo:

– Jetsetter Palette:  Nessa paleta você pode encontrar um kit completo de sobrevivência para viagens de carro e avião, como a própria Gigi já citou. A Jetsetter Palette inclui sombra de olhos, corretivo, blush, bronzeador, iluminador, rímel e gloss. Também está incluso a icônica mascará de cílios da Maybelline, Colossal.

 East Coast Glam Collection: Essa coleção que está dentro da linha GIGIxMAYBELLINE são produtos que serão vendidos separadamente que podem ser usados ao longo do dia e também a noite. Nessa coleção inclui duas paletas de sombras de olhos com cores quentes e frias com três cores matte em cada uma, três tons de batom escuros matte que vem do nude ao vinho, nomeados Taura, Mccall e Erin (em homenagem a maquiadora Erin Parson que a ajudou nesse processo de criação), contorno líquido, lápis de boca das cores dos batons que já vem na coleção, iluminador liquido, delineador liquido e em gel e também uma máscara com dois lados, que promete dar fibra aos cílios e dar um alongamento natural com muito volume.

West Coast Glow: Gigi criou essa coleção que também está dentro da linha GIGIxMAYBELLINE para criarmos um look mais descontraído e praiano. Essa coleção inclui mais três batons matte em tons que vai de um vermelho mais aberto para vermelho mais fechado, denominados Austyn, Khair e Lani, nomes que são em homenagem a duas amigas da Gigi e da sua irmã Bella hadid, como na coleção anterior também terá três lápis de boca nas mesmas cores dos batons, iluminador liquido dourado, delineador em gel nude, máscara de cílios, mais duas paletas de sombras de olhos com tons quentes e frios, e a cor de uma das sombras leva o nome de Gi-Force nome dos fãs da Gigi, e um pincel para os olhos.

Kits de lábios (que consistem em um dos batons Matte de Hadid mais o lápis de boca correspondente) com Austyn e Taura.

 

O teatro Roundhouse no norte de Londres, ontem foi completamente agitada ao receber o desfile da terceira coleção da Gigi Hadid em parceria com Tommy Hilfiger, assim terminando o London Fashion Week com um sucesso estrondoso. O desfile que contou com a presença de seus irmãos, Bella Hadid e Anwar Hadid, juntamente com grandes modelos como, Josephine Skriver, Sara Sampaio, Joan Smalls, Hailey Baldwin e Dilone teve sua coleção outono/inverno inspirada no  rock e grunge dos anos 90. Com logos de heavy metal, hoodies e casacos de motoqueiros, as roupas pareciam que iriam direto para um show de rock, sem falar na paleta de cores era inconfundivelmente americana: vermelho, branco e azul reinou em tudo.

Gigi abriu o desfile ao som do hip hop dos anos 90 como trilha sonora, Biggie, De La Soul, Naughty Nature, usando um short jeans e um casaco longo, com um cadeado balançando no pescoço, um acessório que foi feito pela primeira vez pelo famoso mais notório filho terrible do punk, Sid Vicious. E ela fechou também o fashion show ao desfilar pela passarela em círculos usando um top preto com aplicações em dourado com um short de couro e um casaco de seda por cima. Hadid também usava meias até o joelho, algo que foi predominante durante toda apresentação da coleção.

Como nas temporadas anteriores a coleção já estava  estava disponível imediatamente após o show – explicando porque havia também gorros e casacos acolchoados incluídos. Hilfiger é um proponente do chamado do famoso modelo de venda “See Now Buy Now”, quando as roupas podem ser compradas de forma eficaz logo após o término do desfile. Na última temporada, o jeans usado por Hadid foi esgotado antes mesmo do show terminar.

Logo após o desfile aconteceu um show do Chainsmokers  que também teve presença de acrobatas, dando sentido ao nome dado a coleção “ROCKCIRCUS”.  

1~190.jpg4~158.jpg5~154.jpg7~124.jpg

24~56.jpg34~37.jpg43~30.jpg30~44.jpg