Bem-vindos ao seu fã-site oficial da modelo Gigi Hadid no Brasil
Instagram Twitter Youtube

O maior e mais aguardado desfile de lingerie da industria da moda finalmente aconteceu! Ontem, dia 8 de novembro, em Nova York, ocorreram as gravações do Victorias Secret Fashion Show. O desfile que se tornou um espetáculo a parte, teve atrações marcantes, modelos lendárias e um segmento a mais do que estamos acostumados!

Com uma estrutura absurda o desfile ocorreu no Pier 94, um salão de feiras e eventos especiais no coração de Midtown Manhattan em Nova York, com apresentações de Rita Ora, Shawn Mendes, Halsey, Bebe Rexha, The Chainsmokers, Kelsea Ballerini e The Struts a animação foi garantida!

Na passarela passou grandes nomes como Lais Ribeiro, Barbara Fialho, Taylor Hill,  Candice Swanepoel, Behati Prinsloo, Sara Sampaio, Bella Hadid, Kendall Jenner, Elsa Hosk que usou o cobiçado Fantasy BRA avaliado em mais de 1 milhão, além da brasileira Adriana Lima, que anunciou ser seu ultimo desfile para a marca.

Gigi Hadid fez sua terceiro desfile para marca e passou pela passarela de dois segmentos esse ano. Com um look estampado rosa a modelo desfilou para a colaboração da marca com a a estilista grega Mary Katrantzou. Já o look do segmento “Glam Royal” foi composto de uma lingerie azul combinadas com uma saia verde e vermelha e uma manga bufante verde.

A modelo ainda passou pelo Pink Carpet, usando um lindo macacão branco cintilante com uma maquiagem igualmente iluminada, para a after party do desfile que contou com Zedd como DJ e teve a presença de celebridades como Kris Jenner, The Weeknd, Adam Levine e Dylan Sprouse.

O desfile que ainda não tem data para ser exibido no Brasil irá ao ar pela ABC Network dia 2 de dezembro nos Estados Unidos.


71100b_28129.jpg71100b_28329.jpgrex_victoriassecret_9971105bg.jpgrex_victoriassecret_9971105bh.jpg


970341a_28129.jpg1059193700.png04039_28929.jpgwenn35625217.jpg


1059423226.png1059423244.png1059435650.pngrex_vspartyarrival_9970354bk.jpg


1059415160.png9970350_28129.jpg9970350_28229.jpg9970350_28329.jpg

O maior desfile de lingerie da indústria da moda e mais aguardado anualmente, o Victoria’s Secret Fashion Show, depois de rodar pelo mundo, voltou para seu local original Nova York! Gigi Hadid que foi confirmada para o desfile pela própria marca, depois de não ter participado em 2017 por problemas de visto, irá desfilar pela terceira vez!

O fashion show que está para ser gravado no dia 8 de novembro conta no total com 60 modelos que irão atravessar a passarela mais cobiçada ao ritmo de diversos cantores como,  Halsey, Bebe Rexha, The Chainsmokers, Kelsea Ballerini, Rita Ora, Shawn Mendes e The Struts. Para deixar todo mais ansiosos com a espera do dia a grife fechou um contrato com a estilista grega Mary Katrantzou que será responsável por uma das coleções desfiladas esse ano.

Neste ano o desfile irá acontecer no dia 2 de dezembro no Estados Unidos, transmitido pela ABC Network. No Brasil ainda estamos sem uma data prevista, mas também será em dezembro já como aconteceu em anos anteriores, transmitido pelo canal fechado TNT.

Acompanhe a cobertura completa do Victoria’s Secret Fashion 2018 e confira mais informações em nossas redes sociais; Twitter e Instagram.

Na noite de terça feira, 23 de outubro, foi ao ar na emissora americana NBC a participação de Gigi Hadid no programa “The Tonight Show Starring Jimmy Fallon”, o qual foi gravado em Nova York no mesmo dia horas antes de ir ao ar. No programa, a modelo concedeu uma entrevista para o apresentador Jimmy Fallon onde contou sobre sua coleção de mini bolsas, sobre sua paixão por hambúrguer e sobre ter desenhado as icônicas roupas de soldado, pela primeira vez com uma versão feminina, para a marca FAO Schwarz.


1~532.jpg2~537.jpg3~500.jpg4~477.jpg

O estilista de celebridades Jeremy Scott é conhecido em todo o mundo por sua marca em estilo cafona, chamativo e instantaneamente reconhecível como sua – seja uma peça de seu selo de mesmo nome ou de uma coleção para a marca italiana da Moschino, onde ele foi nomeado diretor criativo em 2011.

Embora as criações irônicas de Scott – que muitas vezes se aproximam do final “ruim” do espectro de sabores – certamente não sejam para todos, ele acumulou uma legião de fãs obstinados que se esforçam para comprar seus produtos, não importa quão longe suas inspirações podem ser. Um viciado em cultura pop, Scott deu uma volta em quase todos os clássicos americanos que você pode imaginar, do McDonalds (e junk food em geral) aos favoritos das crianças como Barbie, Spongebob Squarepants, as Meninas Superpoderosas e personagens Disney a tropas estereotipadas como vaqueiras, donas de casa, showgirls de Las Vegas, jet setters e muito mais.

Ao longo dos anos, a peça mais icônica de Scott provou ser a mais cara a cara, então não foi tão surpreendente que ele tenha sido grande para o lançamento de sua colaboração Moschino x H&M em Nova York na noite de quarta-feira. Os visitantes entraram no que era essencialmente uma recriação da Times Square – ao mesmo tempo o local mais brega e mais sonolento de Manhattan -, no qual todos os outdoors e luminárias ligeiras ostentavam o nome “Moschino”. Clipes de videoclipes comerciais estrelados por Scott e uma equipe de modelos tocaram em um loop antes do desfile.

Gigi Hadid, que estrelou a campanha desta coleção, atravessou a passarela totalmente preta e iluminada pelos telões em volta, abrindo o desfile usando um moletom preto neutro e cheia de acessórios dourados, tanto em seu casaco longo, como em seus brincos chamativos e colares pendurados em seu pescoço. Seu cabelo liso agora estava volumoso e cheio de ondulações enfeitado por uma faixa com detalhes dourado escrito “Moschino”.

“A coleção Moschino x H & M é um presente para os meus fãs e eu queria dar a eles a maior coleção da Moschino de todos os tempos”, disse Scott em um comunicado de imprensa sobre a estreia. “Eu tentei incluir todos os ingredientes que você esperaria de um dos meus shows – desenhos animados misturados com uma vibe de street wear encharcada com hip hop dignos de bling bling para criar um visual totalmente Moschino.” Ele deu grande importância a essa promessa: os primeiros modelos na passarela estavam cobertos de ouro, de roupas de metal superdimensionadas a correntes em camadas e feitiços que tinham modelos com ginga. Estampas de pele e estampa de leopardo foram misturadas com peças mais esportivas como roupas íntimas com elástico com logotipo, moletons  e parkas em estampas gráficas completas, casacos de baiacu coloridos, coletes e saias, camisas de basquete e maiôs de uma peça. Na verdadeira moda de Moschino, a alegria estava nos detalhes; uma saia jeans, por exemplo, foi feita com uma jaqueta e veio completa com uma gola, combinada com um bustiê sexy de ganga.

A maioria dos motivos são reconhecíveis das coleções da Moschino, mas apenas porque Scott não se afastou de sua predilecção usual por personagens de desenhos animados, referências pop e hip-hop, logotipos pesados ​​e bling sério, isso não significa que o intervalo sinta-se fresco e divertido. Ele levou-se a outro nível com o elenco impressionante do show, que incluiu uma lista diversificada de modelos de topo, incluindo Naomi Campbell, Candice Swanepoel, Teddy Quinlivan, Joan Smalls. Depois que Scott deu a volta na pista com um par de macacões de strass, Diplo encheu o estande de DJ enquanto carrinhos de rua serviam clássicos de comida de rua de Nova York como cachorros-quentes, falafel e pretzels macios. Enquanto alguns desciam na pista de dança, muitos, muitos mais na fila para a loja pop-up,

A coleção Moschino x H & M será lançada oficialmente em lojas selecionadas da H&M em todo o mundo, bem como online, em 8 de novembro.


86513760_g006.jpg86513777_g008.jpg86513795_g010.jpg86516159_wenn35553030.jpg


86513702_g001.jpg86513713_g002.jpg86513723_g003.jpg86513734_g004.jpg

Superstars como Kendall Jenner, Gigi Hadid, Ashley Graham e Paloma Elsesser podem dominar as manchetes e dominar as mídias sociais, mas suas personalidades públicas são apenas uma parte da história. O grupo sentou-se na tarde de 16 de outubro na Conferência de Forças de Moda da Vogue, com a diretora da Vogue Runway, Nicole Phelps, para falar sobre equívocos, evolução e as realidades de suas carreiras poderosas.

A segunda conferência anual da Vogue “Forces of Fashion” reúne editores e gigantes da indústria em uma conversa que é tão divertida quanto instigante. Apresentada pela American Airlines e apoiada pela Milk, a conferência Vogue Forces of Fashion de 2018 se concentrará em forças de mudança, sejam eles designers que estão escolhendo modelos além dos tradicionais, um ambientalista ajudando a mudar nossa indústria em uma direção mais sustentável, ou um fotógrafo reimaginando uma imagem de moda pode parecer em um mundo digital em primeiro lugar.

À medida que a indústria evoluiu, a natureza da modelagem mudou drasticamente, e um diálogo franco com as supermodelos de hoje revela o quão diferentes são as coisas. Seus antecessores podem ter se tornado nomes familiares com a força apenas de desfiles e editoriais, mas 2018 permite carreiras que incluem tudo, desde prêmios e criação de podcasts, até o design de coleções de cápsulas. Como empresárias, Hadid, Jenner, Graham e Elsesser tiveram a oportunidade de explorar o trabalho além da pose, e suas experiências compartilhadas contribuíram para uma visão fascinante sobre o estado atual da indústria.

Em uma conversa que abordou tudo, desde as reações ao #MeToo até o debate sobre rostos menores de idade nas passarelas, as jovens por trás das imagens famosas se tornaram reais sobre a moda.

Amizades e conexões nos bastidores vão mudar a moda, segundo Gigi Hadid: “Eu sei que não sou tipo a rainha da passarela, mas as conexões e as coisas emocionais que tive com esses designers é o que me mantém por perto. As amizades que todos esses modelos [novos] estão construindo e as conexões, não apenas emocionais, mas intelectuais. [É] as conversas que temos um com o outro que estão realmente ampliando a moda. Muitas pessoas ficariam surpresas ao ver o calor e o apoio que todos sentimos um pelo outro.”

Embora ela inicialmente quisesse começar a modelar mais cedo, Gigi Hadid está feliz que a mãe Yolanda não a deixou andar na passarela até completar 18 anos.

“Minha mãe veio para Nova York aos 16 anos [e ela] veio para enviar dinheiro para casa para sua família, mas como mãe, ela optou por me manter no ensino médio até os 18 anos. Ela não me deixou assinar. Nas férias de primavera, no último ano, eu vim para Nova York pela primeira vez só para ver agências, eu sempre lutei contra isso (assinar com a agencia tarde), mas quando olho para trás, nunca mudaria por um segundo. As experiências que tive no colégio… graças a deus! O Instagram tinha acabado de começar e eu estava postando fotos de flores com filtros feios. Eu tinha que ser um estudante normal e jogar vôlei. Eu costumava querer trabalhar, e parecia tão brilhante e incrivél. Embora eu tenha começado aos 18 anos, ainda sinto que era muito jovem. Há momentos em que vou refletir, e não é que alguém me coloque em uma situação ruim, mas eu senti que deveria ter me defendido melhor. À medida que envelheci, descobri isso [confiança] em mim mesmo”.


01.jpeg02.jpeg03.jpeg04.jpeg

Gigi Hadid encerrou sua Semana de Moda em Milão em grande estilo ao passar pela passarela da grande grife italiana Missoni! A marca que estava comemorando seus 65 anos desenvolveu uma coleção, pela estilista Angela Missonique nas próximas palavras da designer foi Arejada em sua elegância como a sombra mais fraca do corpo que podia ser vista através dos materiais finos”. 

O pianista e compositor Michael Nyman abriu o show, no ultra-moderno, MiCO, que é o principal centro de conferências de Milão e acompanhou as modelos durante todo o show. A música assombrosa de Nyman e o espaço futurista criaram um ambiente perfeito para uma coleção que parecia familiar inteiramente nova, mas confortável, com tecidos e tecidos que não vieram do arquivo da Missoni, mas que, no entanto, pareceram um aceno apropriado aos materiais patrimoniais da marca.

No geral a coleção de Missoni estava cheia de malhas leves e vivas em combinações imaginativas em camadas. As separações vestíveis em tons de terra atraentes foram combinadas com camadas de base translúcidas para adicionar dimensão. Havia calças soltas com cardis e blusões drapeados, além de tops com babados combinados com calças no tornozelo e saias compridas sob jaquetas com nó. Os acessórios eram igualmente fáceis com os chinelos embelezados e os brincos de pedra e pérola que destacavam a maquiagem orvalhada que as modelos usavam.

Gigi Hadid fechou o desfile com um leve sorriso ao finalizar a passarela da noite usando um conjunto de cardi e calças largas em tons de azul. Em seus pés estavam calçados um sapato baixo e cheio de plumas na parte frontal, seu cabelo loiro ficou totalmente liso e jogado para trás deixando um destaque em seus brincos e em sua maquiagem leve e natural.


1037978836.png1037978838.png1037978848.png1038052596.png

Marrocos continua sendo a musa dos maiores nomes da indústria da moda, e Roberto Cavalli não é exceção. A marca italiana, liderada pelo inglês Paul Surridge, apresentou uma coleção Primavera/Verão 2019 inspirada no deserto do país norte-africano, durante o quarto dia da Milan Fashion Week. Os modelos de caminharam na passarela em uma coleção feminina, versátil e dinâmicaatualizando os ingredientes que fizeram o sucesso da casa Florentine. Roupas sedutoras, materiais de luxo e artesanato foram remixados em um estilo mais esportivo e moderno.

“Recentemente, viajei com minha equipe para o Marrocos. Eu queria misturar a tradição da ornamentação, um elemento importante do vocabulário da casa Cavalli, com os dos artesãos marroquinos”, explicou Surridge à AFP. O toque marroquino pode ser encontrado em lantejoulas que terminam em vestidos e em jaquetas com tradicionais tapetes Amazigh (Berber) com franjas e lantejoulas de prata.

Gigi Hadid não deixou de passar pela passarela de Cavalli e mostrar sua graça usando dois look durante o desfile, o primeiro consistindo em um conjunto de terninho marrom simples com destalhes em cinza. O seu segundo look, sendo mais chamativo, consistia em suas pernas sendo mostradas por um short cintura alta com um terno longo totalmente revestido de lantejoulas.


1037636506.png1037636520.png1037636514.png1037636530.png


1037636648.png1037653370.png1037636658.png1037636660.png


1037980024.png1037980140.png1037980024.png1037980140.png

Enquanto a moda atravessa as águas de uma crise de identidade, alguns designers estão nadando contra a maré enquanto outros estão nadando livremente. Aqueles da variedade indie, ou em ascensão, estão fazendo um nome para si mesmos, enquanto as casas mais antigas e estabelecidas estão lutando para acompanhar as tendências nascidas não na pista, mas na rua.

Mas isso é Versace que estamos falando e Donatella Versace, pela reputação suada e, vamos encarar, padrão,  não pode fazer nada errado. É por isso que sua coleção de Primavera 2019 para sua marca de moda italiana homônima atingiu todas as notas certas. Mas veio com um fator de choque que estava além das roupas. A supermodelo dos anos 90, Shalom Harlow fez seu tão esperado retorno à passarela, o que deixou toda a plateia do fashion show chocados e deslumbrados.

Além do elenco de supermodelos dos anos 90 até agora, Donatella provou que, depois de temporadas de silhuetas opulentas e superdimensionadas, chegou a hora de voltar à sua crença central: que curto e brilhante não tem que significar barato. Havia alguns truques de estilo que não víamos da marca há algum tempo, como camisetas sobre camisetas e vestidos, tênis com vestidos de festa e tecido transparente em camadas entre painéis de seda grossa e couro. Era uma coleção cheia de estampas e roupas que não se qualificam exatamente para o dia-a-dia.

Gigi Hadid com certeza estava entre as modelos que passou pela passarela naquela noite, que foi estritamente proibido tirarem fotos e filmarem durante o backstage o que deixou muitas pessoas curiosas para saber o porque de tanto mistério para está coleção. A loira desfilou em dois look divinos, o primeiro era uma combinação de casaco e saia estampada de couro com uma camiseta preta simples com a logotipo da grife marcada nela. O segundo look foi simplesmente um vestido, com um grande decote mostrando seu busto e ombros, com uma estampa de cores variadas em vermelho, rosa, amarelo e preto, Hadid completou tudo usando uma sandália de tiras preta simples e seu cabelo estava em seu natural jogado totalmente para trás dando aquele destaque para sua maquiagem de olhos marcados por um delineado preto.


1037386382.png1037385668.png1037385672.png1037385678.png


1037385802.png1037412072.png1037385974.png1042035318.png