31.10.22
Gigi Hadid estampa a capa da V Magazine na edição #139
Postado por Brenda
Compartilhe

Gigi Hadid está estampando a capa da V Magazine pela segunda vez neste ano sendo agora para edição #139 Inverno 2022. A modelo foi fotografada pela Adrienne Raquel em um fundo de céu azul com seus cabelos longos e loiros soltos ao vento usando a ultima coleção da grife francesa Chanel e também usando uma peça de sua marca de roupas a Guest In Residence.

Além do photoshoot incrível Hadid foi entrevistada para revista pela sua amiga e também modelo Helena Christensen. A dupla discutiu como a indústria se recuperou do abismo colocado em movimento por uma pandemia global, lições de vida aprendidas ao navegar na supermodelo e como uma única fotografia pode mudar vidas. Confira a entrevista completa e traduzida abaixo: 

HELENA CHRISTENSEN: Oi, Gigi.

GIGI HADID: Essa é a voz mais calma que você pode ouvir.

HC: Se você precisar, você sempre pode me ligar, e eu vou falar com você por um minuto e você pode adormecer.

GH: Entre seus olhos e sua voz, é como um sonho, querida.

HC: Bem, já que você está em Paris, por que não começamos com Paris? É apenas incrivelmente mágico e louco? Está sendo intensamente corrido para você agora?

GH: É bom estar com todos novamente. Obviamente, todos nós, ao longo do COVID-19, sentimos muita falta da interação e apenas de poder criar e fazer memórias. Então é muito especial estar de volta a Paris e fazer os desfiles. Estou com um pouco de jet lag, mas você apenas anda com ele – você sabe como é. Você vai no piloto automático e cochila onde puder. Você apenas continua empurrando e continua.

HC: Sim, eu definitivamente me lembro de estar tão atrasada em todos os desfiles. Mas você está certa, a intensidade e a energia apenas nos mantêm em movimento.

GH: Exatamente.

HC: Qual foi o destaque até agora de Paris? E Milão?

GH: Eu sempre adoro estar em Milão e ver a Donatella. Acho que cresci com a equipe Versace, e ver no que eles estão trabalhando a cada temporada é muito divertido. Ontem à noite, fiz o show da Victoria Beckham e foi o primeiro show dela em Paris. Ela estava tão emocionada e agradecida que toda vez que eu olhava para ela, eu começava a chorar.

HC: Eu vi uma foto dela no final e seu sorriso era realmente genuíno e lindo.

GH: Sim, foi. Ela começou esta marca em 2008, então tem sido realmente um sonho para ela. E eu acho que é isso que é tão especial sobre todos esses momentos. Acho que, muitas vezes, a moda é vista como esse mundo falso e desconectado onde a gente se reúne e usa roupas. Mas, na verdade, os momentos mais especiais são as partes que não são impressas em revistas e não fazem parte das redes sociais – há uma parte muito humana no que fazemos.

HC: Com certeza. Minha lembrança mais especial da temporada de alta-costura ainda é estar cercada por todas as mulheres que participam da criação das peças, conversando, rindo e contando histórias.

GH: Sim, eu concordo totalmente. As pessoas ficam tipo, “Por que você faz desfiles se ninguém é pago?” Mas eu fico tipo, “É o mais próximo que chegamos das equipes e das mãos reais que fazem as roupas, e é nosso trabalho vender e nos conectar com o mundo”. Então, acho que ter essa conexão com os ateliês, as casas e os designers é uma grande parte do nosso trabalho.

HC: Sim, com certeza. É lindo que isso realmente signifique algo no final do dia. Você começou a trabalhar muito jovem. Quais foram suas inspirações antes de entrar neste negócio e suas primeiras lembranças do mundo da moda?

GH: Acho que, por ter crescido como atleta e estudante, não tinha muita conexão com a moda em termos de designers e roupas. Muito disso veio quando comecei a trabalhar e comecei a aprender mais sobre as marcas e sua história. O que eu realmente tinha uma conexão era com os fotógrafos e a criação de imagens – a visão da supermodelo. Vocês foram as melhores das melhores porque entenderam seu lugar em uma imagem, que é dar vida a ela e torná-la parte de uma história. Essa é a parte que eu amei. E quando penso no que me atraiu na moda, foram as imagens. Foram as pioneiras como você.

HC: Só posso concordar com isso porque a fotografia se tornou minha verdadeira paixão. Eu lentamente juntei os dois e acho que você também foi direto para isso. Você entendeu tudo por trás disso, em vez de apenas um lado.

GH: Exatamente, eu sempre senti que você pode aprender muito mais neste trabalho do que apenas modelar e é por isso que eu adorei. Tipo, mesmo tendo a oportunidade de colaborar com você – você me fotografou [anteriormente], e fizemos muitas coisas diferentes juntos. É realmente uma honra porque eu cresci sendo um grande fã sua e agora somos amigas. É um momento de círculo completo.

HC: Essa história é a história mais especial que já fotografei e provavelmente sempre será. Nós não nos conhecíamos antes e, de repente, estávamos em seu santuário. Não poderia ser mais pessoal e íntimo. Você pode sentir isso ao longo do dia, mas olhando para todas as imagens depois, você pode sentir isso. As polaroids que acabamos usando tinham essa sensação linda e orgânica e foi exatamente assim que eu vi você e senti você, foi tão perfeito.

GH: Muito do nosso trabalho é entrar em um espaço com 30 novas pessoas que nunca conhecemos e um grande desafio em nosso trabalho é ser capaz de entender rapidamente o processo criativo de alguém e se encaixar nele. Mas sempre há aquele momento com certas pessoas em que você pode não conhecê-las, mas uma vez que você está olhando nos olhos um do outro através de uma lente, você se torna amigo. Você realmente se sente um ao outro naquele momento e isso pode ser muito poderoso.

IMG_0085.jpgV_Magazine_139_Cover_Shoot_02_Gigi_Hadid_Look_03_1848-2-2_Digital-copy.jpg

Tradução & Adaptação: Gigi Hadid Brasil

 

Status do site

Site: Gigi Hadid Brasil
URL: https://gigihadid.com.br
Online desde: 13 de março de 2013
Equipe: clique aqui
Online:
Hospedagem: Flaunt Network

Últimos tweets
Gigi Hadid Brasil - Todos os direitos reservados © 2023
Desenvolvido por Maria Nunes e Uni Design